PlayMaker Scouts Brasil
26 de outubro de 2020
Arsenal

O ano sombrio dos Gunners.

Arsenal, entre mágoas e meu desabafo

A tristeza tá ai escancarada no rosto dos gunners. Emery depositou tudo o que tinha na Europa League, ignorou a reta final da Premier League e será mais um ano na ”Série B” da Europa. É triste ser o Arsenal. É triste ser viúvo do Henry.

torreira-arsenal
Nem mesmo o melhor entre os meio-campistas suportou tamanho vexame, o choro de Torreira (FOTO: Mirro.co.uk)

O vexame chamado Arsenal

Desabafo pós mais um vexame histórico.

Tô aqui deitado na minha cama, agora são 4:53 da madrugada. Tô ligeiramente mais calmo e vou escrever algumas coisas sobre mim e o clube. Vou programar a página para publicar mais tarde, mas queriam que soubessem a hora que escrevi.

Tô nessa vida de “sofrer” pelo Arsenal desde 2004, e você leu certo “SOFRER” porquê não se torce para o Arsenal você simplesmente sofre. Certamente, eu era novo não entendia muito bem como funcionava o Campeonato Inglês e todas as Copas. Era fissurado em Thierry Henry e daí surgiu esse amor ao clube que um dos meus ídolos do futebol jogavam.

O tempo foi passando e fui entendendo mais sobre futebol. Flertei com outras equipes na Europa mas o Arsenal sempre estava lá e em 2006 veio a primeira tristeza da minha vida com futebol. Todos sabem sobre o que estou falando, pois bem.

Arsenal
Ozil, a maior decepção da geração dos Gunners (FOTO: Sky Sports)

Os tempos de glórias se foram, e ai veio o Arsenal das mágoas e dores

Os invencíveis se acabaram, abandonamos nossa casa o místico Highbury. Comecei a ver a destruição de um clube lendário do futebol. Contudo, comecei a ver um projeto de merda apequenar o clube diante dos meus  era paolhos. O projeto era patético. Nós, Gunners, só podíamos ter esperança que as coisas um dia voltariam para os eixos.

Que voltaríamos a figurar próximos do topo, mas isso não aconteceu e já se passaram 14 anos e são os anos mais terríveis que tive e continuo tendo como torcedor time irreconhecível.

O apequenado Arsenal

Não temos mais tradição, nossa torcida não vibra, nosso estádio não tem alma e nosso time é composto por um amontoado de jogadores. Certamente, que pouco se importam com a porcaria da camisa que estão vestindo.

Para eles tanto faz levar 4 do Burnley, porque amanhã vão estar com seus malditos salários em dia. Com seus carros. Casas e maravilhosas esposas rindo e pouco se importando com os torcedores que estão presos a essa maldição que se tornou torcer para o Arsenal.

Eles jogadores não ligam, porque quando eles não aguentarem mais, eles vão lá e trocam de clube esquecem o passado merda que tiveram aqui e vão dar risada do tempo que fuderam as nossas almas e mentes.

Não temos mais moral para falar com rivais, somos uma piada que já perdeu a graça, viramos um exemplo para o que não se deve fazer com um clube de futebol.

arsenal-aubameyang
Uma das esperanças do Arsenal em 2018/19, Auba falhou e não conseguiu trazer um título sequer neste ano (FOTO: Sky Sports)

Conclusão do desabafo e do inerte Arsenal

Eu cansei, dessa vez doeu demais, foi uma pancada que não sei se consigo me recuperar. Cancelei canais de tv por assinatura que apenas mencionem sobre futebol europeu, todavia, vou dar um tempo disso aqui. (mentira, nem vou)

São 14 anos vivendo de migalhas de felicidade, retorno quase zero e muito sofrimento mas muito mesmo.

Se minha saúde mental estiver boa talvez eu volte a pensar em ver algo na temporada que vem, mas no momento preciso refletir. Mas como dizem por aí:

“Uma vez Gunner, sempre Gunner”.

Que o novo projeto se inicie ou esse comece a ter algo mais que o que tem mostrado.

 

Seja um PlayMaker, venha escrever com a gente. Confira também.

Veja as estatísticas do Arsenal neste ano no site oGol.

PlayMaker Noticias Sports