PlayMaker Scouts Brasil

TBT: Eu vi, eu senti e eu sofri com o Botafogo de 2007

Em um ano marcado por um leve início de mudança sobre a visão sistêmica do jogo em si, o Botafogo poderia ter sido mais do que foi em campo. Uma pena não ter acabado como nós sonhávamos. O carrossel chamado Botafogo de 2007

O início de Cuca e o início do Botafogo de 2007

Em 2006 ficou um questionamento após o Brasil ter perdido a Copa do Mundo na Alemanha com um timaço recheado de estrelas.
O que faltou para o Brasil se tornar hexacampeão mundial ?
Alguns mais emocionados diziam que faltou comprometimento e que o time só era bom no papel. Concordo, mas não é o suficiente.
No âmbito global, a Copa do Mundo mostrou que já havia um movimento de ruptura com a maneira de jogar, sendo menos empírico e dependente de um único astro para melhorar o sentido coletivo e com isso também iniciar uma revolução tática que se dá até os dias atuais.

O final do ano de 2006 já havia mostrado isso, com o Inter de Abel Braga derrotando o badalado Barcelona de Ronaldinho Gaúcho e Deco, na final do Mundial de Clubes. O Inter era um time forte para os padrões da América do Sul, mas frente ao Barcelona, todo favoritismo era dado aos Culés. Uma ótima atuação coletiva principalmente no setor defensivo, fez a estratégia de Abel se sobrepor ao talento do time catalão e os gaúchos se sagraram campeões mundiais no fim de 2006.

Mestre Cuca ! Mentor do CArrossel Alvinegro mostrou ao Brasil que não seria um técnico qualquer.
(Foto-Reprodução: Alejandro Pagni)

E chega 2007!  No comando do Botafogo, está Cuca.

 “Cuca é um cara que sabe armar os times. Todo time que o tem como comandante está em boas mãos.”
Muricy Ramalho, ao Bola da Vez, na ESPN.

Os botafoguenses não sabiam, mas estava por vir o Carrossel Alvinegro. Cuca não precisou de não precisou de grandes intervenções financeiras para montar o time que encantou os torcedores e até rivais. Ele só precisou de tempo para treinar. Coisa rara nos padrões brasileiros, onde se joga mais do que treina.
Taticamente falando, o time se baseava em um 3-4-3 e alternava o 4-5-1 e o 4-3-3 como os principais sistemas de jogo. O time era tudo, menos defensivo. Rodava a bola como poucos e era extremamente ofensivo.

Escalação do Botafogo de 2007
Assim jogava o Carrossel Alvinegro de Cuca, no Botafogo em 2007.
(Foto-Reprodução: BigTatics)

O primeiro desafio era o campeonato carioca, onde o clube duelou com seu grande rival Flamengo, pela hegemonia regional naquele ano. O Flamengo tinha a torcida sempre a seu favor e o Botafogo uma forma de jogar onde havia intensa troca de posições, toque de bola envolvente e um jogador com um faro de gol acima da média.

Dodô, o artilheiro dos gols bonitos.

É verdade. Este que vos fala, nunca viu Dodô fazer um gol feio. Na grande final, foram 2 jogos épicos, embates históricos, partidas com o Maracanã lotado, como tem que ser, mas lamentavelmente, a arbitragem capitaneada por Djalma Beltrame, interveio de maneira errônea e nos tirou um gol legal que nos daria o título estadual do Botafogo de 2007, e ainda expulsa Dodô por finalizar após o apito do árbitro.

Flamengo campeão. Vida que segue, mas com a certeza de que um legado de bom futebol foi deixado ali.

Carrossel Alvinegro deixou saudades até hoje.
(Foto-Reprodução: youtube.com)

A Copa do Brasil e aquela Bandeirinha

Nessa toada, o time chega as semifinais da Copa do Brasil, sendo, reconhecidamente, o time apresentava o melhor futebol na atualidade, e com amplo favoritismo. Contudo, nada disso entra em campo e o Figueirense eliminou o Botafogo em duas partidas emocionantes.

O golpe da eliminação foi duríssimo, pelo fato da equipe vir mostrando um futebol de encher os olhos, mas a dor da eliminação foi amplificada por erros de arbitragem. Certamente, doeu, onde gols legais foram anulados a favor do Botafogo, fazendo com que o placar de 3×1 a favor não fosse o suficiente para levá-lo as finais contra o Fluminense, seu rival local.

Duro golpe nas pretensões do clube.

O time seguiu conquistando o coração de quem ama o bom futebol. Uma das atuações que ficaram na memória foi a goleada sobre o Vasco de Romário por 4×0. Doblete de Dodô, e um atropelo pra cima do rival cruzmaltino.

Não viram a cor da bola. E assim, o Botafogo caminhava a passos largos na liderança do campeonato brasileiro, onde chegou a colocar 7 pontos de diferença ao segundo colocado. Após essa partida, o artilheiro Dodô foi pego no exame antidoping por usar a substância Femproporex.

Mais um golpe no elenco alvinegro que perdia o seu principal artilheiro em uma das competições mais difíceis da temporada.

Começava a queda do Botafogo de 2007

O episódio foi crucial para desestabilizar emocionalmente o elenco. Começa então a arrancada São Paulina rumo ao título e a derrocada alvinegra.

O time já não respondia em campo da mesma forma, apesar de fazer bons jogos e passa a ver sua distância para o  São Paulo diminuir. Contudo, até que o confronto entre os dois times no maracanã consolida a arrancada. O time de Muricy foi campeão ali,  com vitória sobre o nervoso Botafogo por 2×0.

Botafogo de 2007
O artilheiro dos gols bonitos fez 90 gols em 124 jogos.
(Foto-Reprodução: Alejandro Pagni)

O ápice da tragédia alvinegra foi a tão sonhada Copa Sul-americana. O duelo com o River Plate pelas quartas de final, foi épico.

No jogo de ida, no Engenhão vencemos por 1×0, gol de Joílson.

Copeiro como sempre o River segurou o ímpeto alvinegro e a vitória por 1 gol saiu barato para os hermanos. Mas ainda haveria o jogo de volta.

A tragédia que pôs fim ao Botafogo de 2007

O torcedor botafoguense até estranha quando tudo vai bem, acha que boa coisa não está por vir. A verdade é que indiretamente, ele abraçou a pecha de azarado.
Em Buenos Aires, no jogo de volta, foi bem assim que aconteceu.
O time do toque de bola refinado dava aula aos hermanos, mesmo com a expulsão de Zé Roberto, no temido Monumental de Nuñez. Com 2×1 no placar, jogando fora de casa, com um jogador a mais, dando tudo certo para o Botafogo.

Acha isso estranho, caro alvinegro ? Eu sei que sua resposta foi sim !

De forma inacreditável, o time apagou e o gigante River Plate empurrado pelos torcedores que não foram embora após a expulsão de Ahumada e Lussenhoff, virou o jogo com hat-trick de Falcão Garcia. Conhece ele ? Na época, era apenas um jovem promessa, mas jantou a defesa do Botafogo em três golpes letais que levaram o time a nocaute, em um jogo praticamente ganho.

River Plate classificado e fica na história do Botafogo um dos maiores vexames de sua rica história de títulos e conquistas.

Vexame do Botafogo de 2007
Capa do jornal argentino Olé com a promessa colombiana Falcão Garcia que anotou um hat-trick sobre o fogão.

Na época, meu saudoso orkut ferveu de gracinhas e zuações de todo tipo. Vi Carlos Augusto Montenegro, vice presidente de futebol do clube, achincalhar o elenco por telefone na ESPN. O clube entrou em uma profunda crise com a demissão de Cuca na chegada ao Rio de Janeiro. O saudoso Mario Sérgio assumiu, mas 3 jogos e 3 derrotas depois volta o cão arrependido e Cuca reassume o comando técnico do Botafogo.

O time terminou o campeonato brasileiro em nono colocado, se arrastando, chegando em frangalhos, emocionalmente ferido e sem nenhum título.

Até hoje alguns perguntam: Porque esse elenco não levantou um troféu ? Torcedores fanáticos chegaram a comparar esse elenco com a seleção de 1982. Não é para tanto. Contudo, o que aconteceu com o elenco alvinegro, acontece até os dias atuais e ainda assim os dirigentes não aprendem com os erros do passado.

Falhas absurdas, erros primários, certamente não havia comando

Lá em 2007, percebi que faltou proteção e suporte ao elenco. No entanto, no momento em que as jogadas passaram a ficar mais previsíveis e marcáveis e com isso, as coisas passaram a não sair como deveria.
O clube não repôs a perda das peças a altura. A verdade é que faltaram peças de reposição para chegar ao fim da temporada. Assim mantendo o nível que levou o carrossel alvinegro a ser temido e atropelado pelos adversários no primeiro semestre.

Ao grande mentor de todo esse processo, o técnico Cuca, contudo, faltou passar mais segurança aos comandados, diante de situações de caos inerentes ao futebol.

De forma impulsiva, abandonou o barco após o vexame na Argentina, por exemplo. Mas lá em 2007, já era percebido que seria um grande técnico.

Foi um ano histórico para o botafoguense. Certamente um carrossel de emoções jamais visto. Uma pena não ter terminado da forma como sonhávamos.

 

Confira o #TBT do Fluminense.

Confira também a arte Barroca de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Fatal error: Uncaught ArgumentCountError: Too few arguments to function jоomsport_filter_seasontitle(), 1 passed in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286 and exactly 2 expected in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/plugins/joomsport-sports-league-results-management/includes/joomsport-permalink.php:11 Stack trace: #0 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(286): jоomsport_filter_seasontitle('Talvez tenha pe...') #1 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/plugin.php(208): WP_Hook->apply_filters('Talvez tenha pe...', Array) #2 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/themes/covernews/inc/hooks/blocks/block-post-latest.php(22): apply_filters('the_title', 'Talvez tenha pe...') #3 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/template.php(724): require('/home/u31100104...') #4 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/plugins/joomsport-sports-league-results-management/includes/joomsport-permalink.php on line 11