PlayMaker Scouts Brasil
26 de outubro de 2020

ENTREVISTA EXCLUSIVA : Ugo Passos Dell’Orfanello

Na Itália há pouco mais de 4 anos, jovem brasileiro, filho de italiano ex-Vasco da Gama é destaque na Serie D do Campeonato Italiano. Ugo Passos Dell’Orfanello.

Fique por dentro de um pouco da história e trajetória do aniversariante do dia : Ugo Passos Dell’Orfanello, lateral do Ghivizzan

A história do jovem de 19 anos é mais uma daquelas que o futebol proporciona. O jogador é filho do italiano e ex-jogador Aldo Dell’Orfanello, de 77 anos. O italiano passou pelo Lucchese (base), Bologna e Vasco da Gama. Antes de ser jogador profissional, Aldo passou por alguns momentos difíceis, inclusive teve que lidar com a morte prematura do seu Pai após um trágico acidente numa ferrovia. Após alguns anos no futebol italiano o ex-jogador aproveitou que um tio estava morando aqui no Brasil e veio pra cá, acabou sendo contratado pelo Vasco da Gama e após uma lesão grave acabou encerrando sua carreira futebolística. O ano é 2000, Aldo vê o nascimento de seus DOIS filhos, não, você não leu errado.

”Num 13/06/2000, nasce os gêmeos Ugo e Bruno Passos, mais precisamente há exatos 19 anos. Depois de alguns anos, Ugo e Bruno conheceram mais um irmão, dessa vez um irmão da vida e dos campos. Aldo teve um relacionamento com uma Mãe solteira e o filho dela assim como os filhos do Aldo, também já demonstrava sonhar em ser um jogador de futebol. Se trata do jovem Matheus Cesca, que também nasceu em 2000. Após tudo isso que foi dito, Aldo, Ugo, Bruno e Matheus acabaram se mudando para a Itália no início de 2015.

Confira agora, entrevista exclusiva com o promissor Ugo Passos Dell’Orfanello

CARACTERÍSTICAS, VIRTUDES E BREVE

PASSAGEM PELO FLAMENGO

“Primeiramente, pra quem não me conhece, eis minhas maiores/melhores características/virtudes :

Em 1° o drible, depois a velocidade e o chute, até pelo fato de eu ter começado a carreira como ponta, meia atacante, meia central ou esquerda, sempre jogando ali na frente. Acabei indo parar na lateral esquerda, é até meio estranho, na partida que eu joguei contra o Flamengo faltava um lateral esquerdo. Acabei jogando por ali e fui bem, tanto que o Flamengo acabou me chamando para fazer um teste, fui e passei como lateral. Contudo, fiquei 1 ano e meio no Flamengo, joguei 1 ano como lateral, joguei pouco e fui dispensado. Acho que esse é o ruim do futebol brasileiro, que não dá oportunidade e já quer resultado em 1 semana”, desabafou.

Foto : Ugo em seus tempos de Flamengo.

IDA PARA A EUROPA, CONFIANÇA ALTA EM SEU INÍCIO NA ITÁLIA E AMADURECIMENTO

“Eu não projetava a saída, só depois de quase 1 ano que eu comecei a planejar com meu Pai vir pra cá junto com meu irmão. No momento que a gente veio fazer o teste aqui não passou pela minha cabeça uma possível rejeição, eu vim pra conseguir, botei na minha cabeça o objetivo que estava mirando. Tava muito claro o que eu estava vindo fazer e o que eu venho fazendo, que é chegar o mais longe possível. ”

”Espero que eu consiga, foco no objetivo, trabalho duro, que Deus abençoa quem trabalha. Em relação à maturidade, eu acho que amadureci muito mais rápido que no tempo normal, até mais do que normalmente aí no Brasil, até por aqui na Europa a mentalidade ser diferente, os times, as pessoas, os hábitos. Naturalmente, acaba fazendo com que tu cresça e amadureça muito mais rápido. Eu acho que foi muito boa essa vinda pra cá, pois amadureci não só como jogador mas também como pessoa e isso também é muito importante”, completou.

Foto : Matheus Cesca, Bruno Passos e Ugo Passos, respectivamente.

JOGADORES QUE ADMIRA, SIMILARIDADE COM A IDA DE JORGINHO PRA ITÁLIA, E AZZURRA

“Um jogador que eu admiro muito é o Messi, mas na minha função jogadores que eu admiro, vejo e pego exemplos são : João Cancelo, mesmo sendo lateral direito e obviamente o Marcelo.

Eu vejo muitos jogos deles e me inspiro neles, até por crer que eu tenho muitas características parecidas com a deles, que é o drible, a velocidade e o cruzamento. Sobre o Jorginho, nem tenho o que falar, só parabenizar e reconhecer o que ele fez pois não foi não fácil e só a gente que tá aqui sabe como é. Mas, o trabalho é fruto de tudo, o trabalho e humildade te leva a conquistar tudo.

”O Jorginho é um dos vários casos por aqui, também tem o Éder que hoje está na China, além de outros vários jogadores. Seleção italiana? Certamente passa pela minha cabeça. Trabalhando todos os dias pra isso, pois é o País que me deu oportunidade e me fez crescer no futebol. É o que eu penso”, revelou.

Ugo Passos Dell'Orfanello
Foto : Ugo (marcação) em ação pelo Ghivizzano na temporada 18/19.

SONHOS

“Em relação aos meus sonhos, é jogar por alguma seleção, jogar uma Copa do Mundo. Mas sei que não é fácil, com muito trabalho, pé no chão e sempre sorridente, grato e trabalhando e melhorando diariamente. ”

”Espero chegar lá algum dia, ganhar uma Copa do Mundo ou chegar o mais longe possível, não sei o que Deus reserva pra mim, mas sei que com humildade e como dito anteriormente, com humildade, sorriso e muito trabalho diariamente posso chegar aonde a gente bem espera. Então é isso, meu maior sonho é jogar uma Copa do Mundo, seja pela Itália ou até mesmo pelo Brasil”, frisou.

Ugo Passos Dell'Orfanello
Foto : Ugo em seus tempos de TAU Calcio. Sua 1° equipe na Itália.

EQUILÍBRIO E DISCIPLINA DENTRO DE CAMPO (3 CARTÕES EM 39 JOGOS)

“O lateral que faz bem as duas partes, é sim muito importante ter o equilíbrio, mas eu também acho que o jogador tem que ser muito bom em alguma coisa, seja numa parte ofensiva ou defensiva. Até pra se destacar. Se o cara for 50 à 50 ele vira um jogador normal, acho que tem que se destacar sim, seja 80 na parte ofensiva e um pouco menos na parte defensiva mas sempre tentando melhorar todos os dias.”

”Hoje em dia os times estão querendo mais os laterais ofensivos, certamente hoje vemos muitos pontas/atacantes que eles se transformam em laterais. Um tempo atrás eles faziam o contrário, pegavam defensores, zagueiros e colocavam na lateral para aprenderem a atacar, agora colocam atacantes e ensinam a defender mais. Enfim, concordo que é necessário ter equilíbrio, mas até um certo limite.”

”Quase 40 jogos, muitos minutos em campo, é gratificante. Poucos cartões, é muito bom, grato por esses dados. Tenho bastante concentração quando entro em campo, tranquilo e sempre sabendo que caso eu faça algo de errado serei punido ali dentro de campo. É necessário sempre estar com a cabeça fria e calmo”, ressaltou.

Ugo Passos Dell'Orfanello
Foto : Bruno e Ugo Passos em seus tempos de TAU Calcio.

BALANÇO COLETIVO E INDIVIDUAL NA TEMPORADA 18/19

“Em relação ao Ghivizzano, a cidade, o coletivo.. foi muito bom! É o 4° ano que o time disputa a Serie D. Nas outras 3 temporadas brigaram pra não cair, sempre na parte de baixo da tabela e se salvando. Nesse ano/temporada a gente chegou em 7°, é uma pena, a gente liderou quase todo o campeonato. Todavia, como se fala aqui a gente foi a equipe Campeã de inverno, mais precisamente dá pra se dizer que fomos os campeões do 1° turno. Foi bom sim, mas a gente vacilou, perdemos 3 partidas seguidas no 2° turno e nos complicou. Enfim, foi muito positivo. ”

”Já em relação ao meu jogo individual, sim, foi muito bom. Foi uma surpresa, pois ninguém esperava que eu fosse fazer o que eu fiz. Sei o que fiz, mas eu sempre tenho o pé no chão, na real eu não fiz nada, joguei a 4° divisão e como disse anteriormente, com o pé no chão, muito trabalho e com o sorriso no rosto sei que posso chegar bem mais longe. E é isso, fiz 2 gols e dei 3 assistências, foi muito bom e é gratificante. Todavia. Cercamente vamos ver o que o futuro me reserva e o que vier, é pegar, trabalhar e sorrir sempre”, finalizou, em tom humilde.

Ugo Passos Dell'Orfanello
Foto : Ugo em duelo com o adversário.

DISTÂNCIA E GRATIDÃO

“A saudade é grande, minha Mãe, irmã e família estão aí do outro lado do mundo. Sinto muita saudade, eles também estão fazendo esse sacrifício. Contudo, creio que com muita luta e dedicação cada sacrifício será recompensado. Contudo. Não é fácil, deixar amigos, família e até o País em si. Como costumo dizer, se Deus quiser, cada sacrifício será recompensado.”

”Meu Pai é o cara que me dá forças, o cara que me faz ficar de pé a cada dia. Contudo. Saiu aí do Brasil pra vir acompanhar a gente aqui. Me ajuda em tudo, até em preparar a comida direitinho, me dá conselhos.. E é graças a ele que eu estou aqui”, reiterou, com orgulho.

Ficha completa

Nome : Ugo Passos Del’Orfanello

Data de Nascimento : 13/06/2000

Idade : 19

Altura : 1,74cm

Atual equipe :

√ Ghivizzano

Currículo no Brasil :

√ Escolinha do Riviera – Onde tudo começou. Foi treinado pelo Leandro Buriche e Abilio Antunes. Todavia, dois profissionais no qual o Ugo respeita muito e é grato por tudo que fizeram pelo mesmo.

√ União Esporte Clube – Foi treinado pelo Ademilson Brito, o jogador afirmou que aprendeu muito com o treinador. O Ademilson atualmente é técnico de uma equipe em Portugal.

√ Flamengo – Foi treinado pelo grande Gilmar Popoca.

Currículo na Itália :

√ TAU Calcio – Por um período de 2 anos.

√ Lucchese U-20 – Pouco mais de 1 ano.

√ Ghivizzano – Atual equipe, fez sua 1° temporada pelo clube.

Posição : LE

Posições secundárias – ME, PE, PD, MD, MC

PARABÉNS AOS ANIVERSARIANTES DO DIA!

Ugo Passos Dell'Orfanello

Ugo Passos Dell’Orfanello marcou 2 gols e deu 3 assistências na Serie D 18/19

Entrevista realizada por – Victor Breno, adm da Calcio Brasil.

Essa é a 1° entrevista exclusiva publicada após a parceria entre PlayMaker Sports Brasil x Calcio Brasil. Que seja a 1° de muitas! E certamente será;

Confira alguns números de Ugo Passos Dell’Orfanello no oGol.

Todavia, veja também a análise dos jogos feita pela PMaker.

PlayMaker Noticias Sports