PlayMaker Scouts Brasil

TBT: Vasco e a virada do Século – Mercosul de 2000

Uma das grandes potências da década de 90, o Vasco protagonizou aquilo que chamamos de jogos para sempre, e deixa na história um dos momentos mais vitoriosos do Gigante da Colina. A virada do século ganha vida na PlayMaker.

A virada do século

Naquele 20 de Dezembro do ano 2000, muita coisa era diferente.

A começar pelo campeonato que disputavam. Hoje, chamado de Copa Sul-americana, em 2000 era chamado de Copa Mercosul.
Atualmente, o Palmeiras tem seu estádio e se chama Allianz Parque. Antigamente, era o famoso Parque Antártica, palco de muitos títulos, na década de 80,90…

Era como se fosse um tira-teima pra conferir quem era o dono da América do Sul, visto que o Vasco foi campeão da Copa Libertadores em 1998 e o Palmeiras em 1999. Certamente, envolvia também um ar de revanche pelo fato do Vasco ter sido campeão brasileiro em 1997, em cima do Palmeiras, em um Maracanã pra lá de lotado.
Resumindo, era um jogo de camisa que entorta varal, jogo pesadíssimo, com equipes habituadas a decisões.

O vascaíno que não pode se deslocar até São Paulo ficou vidrado na televisão naquele 20 de Dezembro. Eu lembro. Eu também fiquei.

Por jogar em casa, o Palmeiras carregava uma certa vantagem.
Era duro de bater o Palmeiras em seus domínios, assim como é nos dias atuais, contudo, do outro lado, o Vasco tinha jogadores capazes de fazer o Palmeiras tremer na base, principalmente, Romário.
O baixinho estava mordido, porque Vanderlei Luxemburgo não o levou para as Olimpíadas daquele ano, e parece ter jogado aquela temporada para mostrar a todos e principalmente ao Professor Luxa,  que a idade, já naquele tempo, não era e nunca foi um fator limitador, pra quem tem o dom, o talento, correndo nas veias.
Aos 34 anos, Romário marcou em 2000 72 gols em 73 jogos. Marcou 4 hat-tricks e deu 13 assistências. No ano 2000, foi o jogador que mais marcou gols em todo mundo. Tem que respeitar o gênio da grande área.

Um show de Romário na virada do século

O mesmo time que foi a final da Copa Mercosul em 2000, estava mordido e ferido. Perdeu a final do Mundial Interclubes em casa, para o Corinthians, e perdeu a final do Campeonato Carioca para o  Flamengo, seu maior rival. Contudo, ainda restava a final do Campeonato Brasileiro contra o forte São Caetano a final que teria de disputar com o competitivo time alviverde.

Como já havia citado antes, o Palmeiras levava uma certa vantagem por jogar em casa, fez valer o mando de campo e com um gol de Arce, o lendário lateral paraguaio. Ainda combalido, no minuto seguinte, o Vasco leva o segundo gol. Porém, Magrão amplia o placar, e no apagar das luzes do primeiro tempo, Tuta, o matador alviverde, faz o terceiro gol que deixa a torcida palmeirense eufórica e deixa os vascaínos decepcionados. Para muitos, era Game Over. 3×0 no primeiro tempo, em uma final com o time mandante sendo superior, só restava ao Vasco jogar para evitar o massacre e um possível vexame.

“Havia algo de diferente naquele elenco.
Eu nunca senti uma confiança tão grande numa equipe como era a do Vasco, nessa época. Quando a gente tomava um gol, a gente não se abalava. Certamente sabíamos que ia chegar e fazer os gols”.
                              Juninho Paulista

 

O Vasco agradeceu pelo primeiro tempo ter chegado ao fim. Contudo, era a chance de Papai Joel reposicionar o time e tentar reagir. Aconteceu.

O time cruzmaltino acorda e Romário marca de pênalti aos 13 e aos 24 minutos do segundo tempo. O time acordou, trouxe a torcida junto se aproveitando de um Palmeiras sonolento, deitado em uma grande vantagem, construída ainda no primeiro tempo. Contudo, todo ímpeto vascaíno parece ter ido por água abaixo com a expulsão de Junior Baiano e alguns dizem que ficou impossível.
Disse pra mim mesmo: Já era.

Contudo, vale a pena respeitar um time que chegou a 3 finais de 3 torneios disputados no ano e tinha no elenco o maior goleador da temporada no mundo, e um dos maiores centroavantes da história.

O Show dos Juninho’s

Romário jogou demais. Uma atuação soberba. Contudo, dando suporte a essa atuação digna de The BestJuninho Paulista e Juninho Pernambucano, além de Euller, o filho do vento, jogaram o fino da bola em uma final inesquecível aos vascaínos. A virada do século veio.

Seguindo o roteiro de muita pressão, mesmo com um jogador a menos, Juninho Paulista, hoje proprietário do Ituano, empata o jogo aos 40 minutos do segundo tempo e deixa o extinto Parque Antártica em silêncio. Confesso, também fiquei em silêncio. Não acreditei.

Como pode um time tão superior no primeiro tempo, dormir no ponto e levar 3 gols em 27 minutos ? Contudo. Como pode um time nocauteado, reagir e empatar um jogo já perdido ? Como pode?

A resposta é simples: Isso aqui é Vasco da Gama ! É o time da virada. Todavia, é o único time que havia chegado as finais de tudo que disputou. Não se tratava de um time qualquer.

Confira o vídeo deste dia mágico

Nocauteado, a virada era questão de tempo. Se no primeiro tempo, o Vasco torceu pro jogo acabar e reposicionar a equipe, o Palmeiras também torceu pro segundo tempo acabar, para poder acordar a equipe e voltar pro jogo. Não deu tempo, senhores. A pressão foi enorme. Estava insustentável. O Palmeiras estava nocauteado, nas cordas, entregue, mas era uma camisa pesadíssima.

Aos 48 minutos do segundo tempo, o tiro de misericórdia. Todavia, Romário bem posicionado como sempre, completa para o fundo do gol, uma blitz impressionante e vira o jogo para o Vasco, em pleno Parque Antártica, calando milhões de palestrinos e fazendo feliz milhões de vascaínos espalhados pelo mundo inteiro.

Com atuações soberbas Romário e Juninho calam o Parque Antartica e conquistam a Copa Mercosul.
Foto-Reprodução: Paulo Whitaker

Unbelieveble

Se eu acreditei ? Não acreditei. Todavia,  demorou pra ficha cair. Foi épico.
De nocauteado a nocauteador. Certamente fica na história o dever de sempre acreditar, nunca desistir, tentar até o fim.
Isso é Vasco !

Se bateu saudade, e arrepiou, vale a pena acreditar e seguir até o fim, rumo a dias melhores para o Gigante da Colina, afim de reerguer e colocar o Vasco no lugar que nunca foi de outros, mas sim, do Trem Bala da Colina.

Reage Vascão !

Contudo, confira números de Botafogo x Vasco; PlayMaker TM.  oGol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Fatal error: Uncaught ArgumentCountError: Too few arguments to function jоomsport_filter_seasontitle(), 1 passed in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286 and exactly 2 expected in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/plugins/joomsport-sports-league-results-management/includes/joomsport-permalink.php:11 Stack trace: #0 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(286): jоomsport_filter_seasontitle('Talvez tenha pe...') #1 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/plugin.php(208): WP_Hook->apply_filters('Talvez tenha pe...', Array) #2 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/themes/covernews/inc/hooks/blocks/block-post-latest.php(22): apply_filters('the_title', 'Talvez tenha pe...') #3 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes/template.php(724): require('/home/u31100104...') #4 /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-includes in /home/u311001041/domains/pmscout.com.br/public_html/wp-content/plugins/joomsport-sports-league-results-management/includes/joomsport-permalink.php on line 11